mínimo
julia3.JPEG

#####1

 

8h31

“a manhã começa a bater no poema”

[mar]

uma sílaba do teu nome

quantas cores tem o mar desde que me lembro?

 

8h31

já estou exausta

estar viva  - varrer a pele – gostaria de ver um peixe

 

8h35

as folhas se aglomeram na calçada / no estoy para ayudarlas

 

14h50

“é preciso equilibrar-se nos poemas”

 

talvez eu enlouqueça à beira desta

            tarde

desta louça

            destes cabelos torpemente arranjados

desta janela

            e teu nome que não dorme

                       no dibujo esgarçado das mãos

 

---PAUSA---

 

21h21

“o poema dói”

 

ouço o cão arregaçar a porta do vizinho

            todas as noites o cão sai para passear

                       e o velho o esquece para fora

abro a porta para o cão entrar?

 

21h22

“estou universalmente só”

           

abro a porta para o cão entrar

            o deserto do Yemen entra pela janela

tenho saudades de coisas que não sei

                       do deserto do Yemen, por exemplo

 

21h22

empenho uma furadeira para baixo

ou era o teu nome

 

22h00

“do que é feito o poema?”

 

o cão se aproxima da linha de entrada

mas não ousa dar dois passos para dentro

mantenho a porta aberta no entanto

vai ser horrível o que vou dizer

                         nunca gostei de cães

 

22h22

q u a s e sustento o ar sem sequer

lembrar/dizer/pensar

teu nome

 

23h46

poderia ter dó do cão

se não fosse de mim mesma

agachei para que pudéssemos falar

 

23h50

dei o teu nome, secretamente, ao cão

no entanto, o chamarei de Yemen,

para que nenhum de nós perceba

 

3h05

percebo que se o cão entrar

não sairá jamais

faço um mini muro na porta para que ele não entre

mas que consiga entrar caso fique desesperado

 

4h18

o velho abre a porta

            estamos deitados

eu e o cão

cada um do seu lado

 

4h19

o velho vai levar o cão

 

4h21

“é a madrugada e a noite que rolam sobre os telhados do poema”

 

não adianta pensar no teu nome

 

*as frases entre aspas foram levadas, enquanto lia heberto helder.