mínimo
3BC3AD0E-5878-4D50-8C75-7D89B0A11A26 (1)

####40

estou voltada com a cabeça ao chão

é possível que o amor seja uma colagem de coisas

um fantasma de desejos desauridos

as lantejoulas de um colar que estouramos

os cafés que esfriaram num copo

os versos lindíssimos que não se encaixarão

o olhar se apagando da infância

a sobreposição de luzes da cidade com o sol

estou abarrotada de olhar este piso

por que sempre falamos no futuro quando falamos de amor?

se o amor não acaba nem começa

se o amor que sobra das coisas é devastador